sitelite onibus
NOTÍCIAS

Demitido dos Correios, 'sindicalista' estampa até selo

Após Bolsonaro exonerá-lo da em público, general se reúne com servidores e veste boné de carteiro

18/06/2019 09h40
Por: Orleanes Ta Massa
Fonte: https://www.terra.com.br/
17
NOTÍCIAS
NOTÍCIAS

BRASÍLIA - Virtualmente demitido pelo presidente Jair Bolsonaro na sexta-feira passada, num café da manhã com jornalistas, o presidente dos Correios, general da reserva Juarez Aparecido de Paula Cunha, foi trabalhar normalmente nesta segunda-feira, 17, e, em vez de limpar as gavetas, avisou para um auditório lotado que não sai até a formalização da demissão: "Só vou sair daqui a hora que chegar oficialmente. Aí eu saio, senão, não saio, não". Terminou a palestra aplaudido e vestindo boné de carteiro.

O evento, fechado à imprensa, mas ao qual o Estado teve acesso, foi justamente sobre o tema que causou a ira do presidente e sua decisão de demitir o general: a privatização da estatal. Aos jornalistas, Bolsonaro havia dito que tinha anunciado a venda da empresa e Cunha tinha falado o oposto no Congresso, agindo como "sindicalista".

Na véspera do anúncio da demissão, o general havia sido presenteado pela Superintendência dos Correios do Amazonas com um selo personalizado, que ostenta sua fotografia. Na imagem, Cunha aparece junto a um prédio da estatal e do Teatro Amazonas, principal cartão-postal da capital Manaus. Foram impressos 12 desses selos. Os Correios dizem que outros funcionários e personalidades já foram homenageados da mesma forma. Exemplo: o primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu. Não consta que Bolsonaro tenha o seu.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários